Economia

Batalha da Grécia: Salamina financeira?

Vinte e cinco séculos depois da célebre Batalha de Salamina, os gregos se veem às voltas com outro embate decisivo com um novo império e uma nova satrapia, a do “Sistema da Dívida”, como apropriadamente batizado pela ex-auditora fiscal Maria Lúcia Fattorelli – que, não por acaso, acaba de retornar de Atenas, onde integrou uma comissão internacional de especialistas convocada ...

Read More »

Tragédia grega oculta investida do “Sistema da Dívida”

Enquanto muitos comentaristas midiáticos vociferam contra o governo e o povo da Grécia, acusando-os de caloteiros e outras invectivas, convém avaliar a realidade do país com os olhos de quem não se beneficia de vínculos com o “Sistema da Dívida”, hoje, a maior ameaça ao processo civilizatório em todo o mundo. Por isso, recomendamos a leitura do esclarecedor artigo da ...

Read More »

Que “banco ruim”? Quem paga a conta?

Na Itália, desencadeou-se uma acalorada discussão sobre a criação de um “banco ruim” (bad bank, na expressão original em inglês), uma instituição especificamente criada para abrigar os ativos “tóxicos” em posse dos bancos do país. O sistema bancário italiano está às voltas com graves dificuldades e demanda, uma vez mais, um salvamento público. Isto foi admitido apenas parcialmente, em meio ...

Read More »

Um freio à especulação financeira com alimentos

O mundo espera que o slogan da EXPO 2015 em Milão, “Alimentar o planeta”, se torne um compromisso verdadeiro com o combate à fome e a interdição da inescrupulosa especulação financeira com os alimentos. Caso contrário, as belas palavras sobre a excelência alimentícia, a indispensável defesa da biodiversidade e o desenvolvimento de uma agricultura diversificada e sustentável, constituída por produtores ...

Read More »

Economista italiana detona mitos sobre setor público x privado

Por onde anda, a economista ítalo-americana Mariana Mazzucato não passa despercebida com as suas contundentes intervenções nos debates econômicos, que têm contribuído para demolir os mitos criados sobre a suposta inferioridade do Estado em relação à iniciativa privada, como agente econômico. Com base em evidências históricas, em vez de mera ideologia, ela critica o discurso neoliberal de que as funções ...

Read More »

Outra aula de economia real – desta vez com Luiz Gonzaga Belluzzo

O economista Luiz Gonzaga Belluzzo, um dos mais lúcidos do país, teve uma entrevista publicada no portal da Central Única dos Trabalhadores (CUT), na qual discute com a clareza habitual o grande dilema enfrentado pela economia brasileira, a luta contra o rentismo e a financeirização dos processos econômicos. Para quem leu a entrevista da ex-auditora Maria Lúcia Fattorelli à Carta ...

Read More »

Grécia dá aula de História e tapa com luva de pelica na Alemanha

Em um artigo publicado na edição de ontem do Valor Econômico, o ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, oferece uma preciosa lição de História, em um momento no qual o mundo parece ter renunciado a todos os ensinamentos do processo civilizatório, apequenando-se e curvando-se ao discurso falacioso da financeirização de virtualmente todos os aspectos da vida humana. Como se sabe, ...

Read More »

Brasil: tudo dominado

Se alguém ainda tinha dúvidas sobre o domínio absoluto das forças pró-rentismo na formulação das políticas públicas no Brasil, os últimos números sobre os indicadores econômicos e financeiros as sepultam de vez. Neste momento, a economia brasileira vive o pior dos mundos: retração das atividades em quase todos os setores produtivos, com exceção da agropecuária; inflação em alta, principalmente, por ...

Read More »

Por que os juros são tão elevados no Brasil

Maria Lucia Fattorelli Ex-auditora da Receita Federal e coordenadora da ONG Auditoria Cidadã da Dívida (www.auditoriacidada.org.br) O Brasil é o país que mais gasta com juros. Tanto os juros incidentes sobre os títulos da chamada “dívida pública”, como os juros pagos pela sociedade em geral nas operações de crédito (empréstimos, cheque especial, cartão de crédito etc.) são disparadamente os mais ...

Read More »

Crise no setor energético – novo risco sistêmico?

Um dos efeitos de “flexibilização quantitativa” (leiam-se injeções maciças de liquidez) praticada pelos bancos centrais tem sido a causar uma certa volatilidade nos preços das commodities. O simples anúncio da “flexibilização” europeia pelo Banco Central Europeu (BCE) chegou a determinar variações diárias de até 9% nos preços do petróleo. No passado, a liquidez nova costumava gerar um aumento na produção ...

Read More »