Todas as notas

O “atlanticismo verde” anglo-americano

O componente “ambiental/climático” da reorganização estratégica do eixo oligárquico anglo-americano, que podemos chamar “atlanticismo verde”, em grande medida, expressado na pauta apresentada pelo presidente estadunidense Joe Biden, na cúpula climática virtual de 22-23 de abril (ver nota anterior), é um fator ao qual o Brasil devem prestar a maior atenção. As manifestações recentes de dois altos funcionários do governo do ...

Read More »

Biden e a farsa da “liderança climática”

A agenda de “liderança climática” dos EUA, tentativamente exercitada na cúpula virtual convocada pelo presidente Joe Biden, em 22-23 de abril, não passa de um elaborado jogo de cena. Basicamente, ela tem dois objetivos: 1) compensar parcialmente a perda de hegemonia estratégica frente à emergência do eixo eurasiático – China, Rússia, Irã etc. – como o novo centro de gravidade ...

Read More »

Quem é Joe Biden para julgar o Brasil?

O Brasil é um Estado nacional soberano e, ao que consta, não existe um “governo mundial” liderado pelo presidente estadunidense Joe Biden. Apesar da obviedade, lideranças políticas, intelectuais e celebridades diversas parecem ter deixado o óbvio de lado, a julgar pela sequência de “apelos” feitos nos últimos dias ao titular da Casa Branca, a quem pediram um endurecimento da atitude ...

Read More »

Paulo Guedes, o alfaiate do imperador

No célebre conto de Hans Christian Andersen, um embusteiro se finge de alfaiate e empenha-se em extorquir um vaidoso imperador, arrancando-lhe muito dinheiro em troca da promessa de confeccionar um luxuoso traje que, no entanto, segundo ele, apenas pessoas inteligentes poderiam ver. Quando, por fim, o monarca decide desfilar pela cidade para exibi-lo, todos fingem admiração com a magnificência da ...

Read More »

Campeões do neoliberalismo promovem investimentos públicos em infraestrutura

No Reino Unido e nos EUA, berços do neoliberalismo e grandes paladinos retóricos do afastamento do Estado das economias, os investimentos públicos em infraestrutura voltam à baila, como respostas ao débil desempenho das duas economias, em especial, levando-se em conta a necessidade de uma robusta recuperação dos efeitos da pandemia de Covid-19. Em março, o governo britânico anunciou planos de ...

Read More »

Soberania sobre Amazônia vale mais que US$ 1 bilhão

Apesar de ter uma inédita agenda ambiental orientada pelos interesses maiores do País e não ditada pelo aparato ambientalista-indigenista internacional, como nos governos anteriores, o governo do presidente Jair Bolsonaro corre um sério risco de persistir na linha equivocada dos seus antecessores, no que tange à disposição de seguir na dependência de recursos externos para a implementação das políticas setoriais. ...

Read More »

Histeria sobre Amazônia e clima não tem a ver com Ciência, mas com hegemonia

Ninguém se iluda: a histeria global sobre as mudanças climáticas e a suposta “devastação” da Amazônia não tem nada a ver com evidências científicas ou fatos reais, mas com a preservação a qualquer custo da agenda hegemônica das antigas potências dominantes do Hemisfério Norte. Hegemonia que se acha mortalmente ameaçada pela instabilidade intrínseca do sistema financeiro internacional baseado no dólar ...

Read More »

Senilidade estratégica global do Reino Unido

A velha inclinação imperialista das elites dirigentes do Reino Unido constitui um vício difícil de ser combatido, mesmo que implique na condição de serem sócias minoritárias – e subordinadas – das suas contrapartes dos EUA, a superpotência que tomou o lugar do Império Britânico na disputa pela hegemonia global. Apenas tal adicção explica as quase surreais – além de ilusórias ...

Read More »

Brasil: crise não é militar, mas sanitária e econômica

A surpreendente decisão do presidente Jair Bolsonaro de demitir o ministro da Defesa e os três comandantes das Forças Armadas, como parte central de uma mudança ministerial que, aparentemente, limitar-se-ia ao Itamaraty, despertou temores de uma possível crise militar, em um momento crítico para o País. Todavia, a despeito das turbulências que sempre envolvem tais acontecimentos, não se pode dizer ...

Read More »

“Grande Reset”: o Sol nunca se põe para os colonialistas

Apontado como uma espécie de transformação histórica da economia mundial pelos seus idealizadores, o chamado “Grande Reset” (adotando a nomenclatura já popularizada na língua portuguesa) não passa de uma reencadernação pós-moderna do velho impulso imperial britânico, compartilhado com novos protagonistas, análoga à reformulação encetada pelos estrategistas do Império Britânico no pós-guerra, quando a sua sustentação na forma original se mostrou ...

Read More »