Todas as notas

Neocolonialismo “verde” mostra suas garras

A União Europeia (UE) escancarou definitivamente a sua intenção de empregar os temas ambientais como um instrumento político que apenas pode ser descrito como neocolonial, em suas relações com o Brasil. Na terça-feira 15 de setembro, sete países integrantes da denominada Parceria das Declarações de Amsterdã – Alemanha, França, Reino Unido, Itália, Dinamarca, Holanda e Noruega –, além da Bélgica, ...

Read More »

EUA: o “tudo-ou-nada” na Venezuela (com Brasil a tiracolo)

A turnê sul-americana do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeu, visitando a Guiana, Suriname, Brasil e Colômbia, entre 17 e 20 de setembro, não teve apenas o propósito de reforçar a posição do presidente Donald Trump junto a alguns setores hispânicos do eleitorado para as eleições de 7 de novembro. Embora, no momento, todas as ações da política externa ...

Read More »

Teto ameaça desabar sobre CT&I

Para não desrespeitar a famigerada “Lei do Teto”, o governo federal pretende retalhar ainda mais o orçamento da área de ciência, tecnologia e inovação. A lei, aprovada pela Emenda Constitucional 95 de 2016, obriga o governo a limitar os seus gastos discricionários para não ameaçar o sacrossanto serviço da dívida pública, objetivo supremo das políticas econômicas desde a década de ...

Read More »

O ilusionismo das “finanças verdes”

Com grande celeridade, as “finanças verdes” ampliam o seu alcance no Brasil, aprestando-se a consolidar a inserção do País na agenda global de conversão da “sustentabilidade” em um novo padrão de aferição e arbitragem de investimentos e atividades produtivas, no âmbito da “Retomada Verde” entabulada pelos altos centros financeiros globalizados, como alternativa a uma autêntica reconstrução socioeconômica pós-pandemia. Após os ...

Read More »

“Máfia Verde”, sem escrúpulos, mobiliza brigada infanto-juvenil

O desespero do aparato ambientalista-indigenista internacional, a nossa conhecida “Máfia Verde”, com a ainda incipiente mas firme reação do governo brasileiro à sua permanente campanha amazônica, está levando os seus mentores a uma escalada de histeria que superou todos os limites da má-fé e da tolerância, embora não surpreenda quem tem acompanhado – e, no caso deste Alerta, denunciado – essa ...

Read More »

Na OEA, duro golpe na máfia dos “direitos humanos”

Em uma ação inusitada na história da Organização dos Estados Americanos (OEA), o atual secretário-geral, Luis Almagro, vetou a renovação do mandato do brasileiro Paulo Abrão como secretário-geral da até então intocável Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da entidade. O argumento usado por Almagro foi uma coleção de acusações de conduta indevida contra Abrão, as quais não foram devidamente ...

Read More »

O orçamento militar e o “Sistema da Dívida”

Em sua coluna no Globo de 5 de setembro, o jornalista Ascânio Seleme, reforçando um editorial do jornal no mesmo dia, manifestou o grande desconforto de alguns setores oligárquicos internos e externos com o crescente protagonismo das Forças Armadas na vida nacional (preocupação que, aliás, se estende a outros países, como o México). Tomando como pretexto o aumento de 4,83% na dotação ...

Read More »

No México, López Obrador detona “Máfia Verde”

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, desfechou um dos mais duros golpes já experimentados pelo aparato ambientalista-indigenista internacional em toda a sua longa história de intervenções antidesenvolvimentistas em dezenas de países. Na sua tradicional entrevista coletiva quase diária, em 28 de agosto, AMLO, como é mais conhecido o mandatário, acusou as organizações não-governamentais (ONGs) mexicanas de receber fundos ...

Read More »

Eleições nos EUA: se correr, bicho pega, se ficar, bicho come

A pouco mais de dois meses das eleições presidenciais nos EUA, as lideranças brasileiras de todos os setores tratam de avaliar as possibilidades de vitória dos dois candidatos e, em especial, as implicações de cada um para as relações bilaterais. Tarefa complicada pelo fato de que, pela primeira vez, um governo brasileiro deixa de lado o pragmatismo habitual da diplomacia ...

Read More »

Agenda: “desbrasilianização” da Amazônia

O destaque recebido pelos índices de desmatamento e o número de focos de fogos e incêndios, em toda a Amazônia Legal, não se prende a qualquer preocupação séria com a proteção do meio ambiente ou das populações regionais, mas a uma agenda de “desantropização” dos biomas Amazônia e Cerrado. A motivação por trás dessa agenda, que vem sendo implementada desde ...

Read More »