Todas as notas

Carvão é a melhor opção para a África, dizem africanos

Dos 54 países do continente africano, apenas 15 deles dispoem de uma capacidade de geração elétrica superior a 500 MW, potência inferior à metade da gerada por uma única usina termelétrica de grande porte. A revelação, feita pelo executivo-chefe da empresa energética sul-africana Eskom, Brian Dames, no 21º Fórum Econômico Mundial para a África, realizado na Cidade do Cabo, no ...

Read More »

Precisa-se de um satélite

Em maio último, a revista IstoÉ fez um alerta da maior gravidade: o Brasil está à mercê de grupos estrangeiros em um dos aspectos mais fundamentais para a segurança nacional, o sistema de comunicações via satélite. O problema é que, com a privatização da Embratel, em 1998, o País perdeu o controle sobre seus satélites. Como ressalta o jornalista Claudio ...

Read More »

Novas experiências reforçam origem abiogênica dos hidrocarbonetos

A hipótese da origem abiogênica dos hidrocarbonetos na crosta terrestre ganhou um novo reforço, com uma série de experiências efetuadas na Universidade da Califórnia em Davis, EUA. As experiências, feitas por uma equipe encabeçada pela físico-química Giulia Galli, demonstram que longas cadeias de hidrocarbonetos podem ser formadas no interior da crosta terrestre apenas com moléculas de metano (CH4), o hidrocarboneto ...

Read More »

Mundo real contraria discurso “aquecimentista” – outra vez

A despeito da popularidade do discurso sensacionalista sobre as questões climáticas, que atribui às atividades humanas o aumento das temperaturas atmosféricas observado desde o século XIX, a cada momento o mundo real se encarrega de contestar as afirmativas alarmistas dos porta-vozes do “aquecimentismo” – tendência convertida numa virtual indústria autossustentável. Vale a pena rever algumas delas. Em 27 de abril ...

Read More »

Cadê os meteorologistas?

Outra das ironias de que o radicalismo ambientalista tem sido pródigo em produzir nos últimos tempos se revelou na IV Conferência Regional Sobre Mudanças Globais, realizada em São Paulo (SP), em abril. No evento, ninguém menos que o físico e meteorologista José Antonio Marengo, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e um dos principais promotores do aquecimento global ...

Read More »

O “fator Gene Kranz” e o desafio nuclear

Em abril de 1970, no terceiro dia de sua viagem à Lua, a espaçonave Apollo 13 sofreu uma explosão que avariou seriamente o seu sistema elétrico, que não apenas obrigou o controle de missão a abortar o pouso no satélite, como também colocava em risco o retorno seguro de seus três tripulantes à Terra. Em uma tensa reunião de avaliação ...

Read More »

As futuras gerações e o “Princípio da Precaução”

O autor é arcebispo de Trieste, presidente da Comissão Caritas in Veritate do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) e presidente do Observatório Internacional Cardeal Van Thuan sobre a Doutrina Social da Igreja. Artigo divulgado pela agência Zenit (Tradução de Leandro Batista). A aplicação de políticas de cuidados com o meio ambiente também está relacionada à nossa responsabilidade frente ...

Read More »

“Um fracasso generalizado do método científico”

Um dos fatores mais relevantes e menos percebidos da presente crise global é o crescente abandono do método científico que a Humanidade levou milênios para desenvolver, trocado por um enfoque míope e limitado de “ciência por consenso”, cujo impacto na formulação das políticas públicas de ciências e tecnologias tem sido devastador. De fato, ao vincular a “corrente principal” das atividades ...

Read More »

As dez maiores economias e a energia nuclear: reflexões para o futuro do Brasil

O Brasil é a oitava maior economia mundial, quando se usa o critério de paridade de poder de compra (PPC), e a sétima economia quando se considera o critério do câmbio nominal. Ambas as apurações são do Fundo Monetário Internacional para o ano de 2010. O primeiro critério representa melhor o valor da produção dos países e independe das políticas ...

Read More »

Usinas nucleares foram “vice-campeãs” no primeiro semestre

O Operador Nacional do Sistema (ONS) acaba de divulgar informações sobre a participação das diversas fontes de geração elétrica no primeiro semestre do ano. Segundo a entidade, as duas únicas usinas nucleares do País ocuparam o segundo lugar, ficando atrás somente das hidrelétricas. Enquanto estas últimas responderam por 92,11% do total fornecido ao Sistema Interligado Nacional (SIN), as nucleares ficaram ...

Read More »