Ambientalismo

Lorenzo Carrasco na Câmara dos Deputados: batalha ambiental necessita diplomacia e enquadramento de ONGs

O Brasil precisa de um enfoque diferente para enfrentar as pressões motivadas pela instrumentalização política dos temas ambientais e indígenas. Esta batalha precisa ser travada no campo diplomático e com o enquadramento das organizações não-governamentais (ONGs) que representam esse aparato intervencionista no País. Entre outras considerações, essa foi a essência dos comentários do jornalista Lorenzo Carrasco, presidente do conselho editorial ...

Read More »

A demissão de Ricardo Salles e a “boiada” das ONGs à solta

O inesperado pedido de demissão do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e os violentos confrontos provocados por militantes indígenas em Brasília, que resultaram em ferimentos causados por flechadas em um policial militar e dois funcionários da Câmara dos Deputados, sugerem um forte aumento das pressões do aparato ambientalista-indigenista contra o governo do presidente Jair Bolsonaro. A saída de Salles, ...

Read More »

Audiência Pública na Comissão do Meio Ambiente da Câmara. 18/06/2021

Read More »

Olvidado Tesoro geopolítico de la Amazonía

Read More »

G-7 sinaliza mais pressões por Amazônia

Uma reunião dos ministros do Comércio do G-7, em 28 de maio, sugere que o Brasil deve preparar-se para receber mais pressões internacionais do que as que já está enfrentando, em relação à percepção global sobre a proteção dos biomas da Região Amazônica. Em uma reportagem publicada no Valor Econômico (30/05/2021), o correspondente do jornal em Genebra, Assis Moreira, sintetiza os tópicos ...

Read More »

Operação Akuanduba: “lawfare” contra soberania nacional na Amazônia

A Operação Akuanduba, desfechada pela Polícia Federal (PF), sob forte influência da embaixada dos EUA em Brasília, motivada por suspeitas de exportação ilegal de madeira, integra uma investida contra a política ambiental do Governo Bolsonaro, o primeiro desde a década de 1980 a se opor frontalmente ao aparato ambientalista-indigenista internacional. O objetivo é mantê-lo na defensiva e incapaz de formular ...

Read More »

A ilusão da “potência ambiental”

“Uma das coisas que a gente mais estuda hoje e confia que vai ser um caminho importante para a economia e a sociedade brasileira é pensar o Brasil como uma potência ambiental.” “Nossa tese é que o meio ambiente é o maior diferencial competitivo que o Brasil tem. O caminho para o desenvolvimento do Brasil é ser uma potência ambiental. ...

Read More »

Biden e a farsa da “liderança climática”

A agenda de “liderança climática” dos EUA, tentativamente exercitada na cúpula virtual convocada pelo presidente Joe Biden, em 22-23 de abril, não passa de um elaborado jogo de cena. Basicamente, ela tem dois objetivos: 1) compensar parcialmente a perda de hegemonia estratégica frente à emergência do eixo eurasiático – China, Rússia, Irã etc. – como o novo centro de gravidade ...

Read More »

Soberania sobre Amazônia vale mais que US$ 1 bilhão

Apesar de ter uma inédita agenda ambiental orientada pelos interesses maiores do País e não ditada pelo aparato ambientalista-indigenista internacional, como nos governos anteriores, o governo do presidente Jair Bolsonaro corre um sério risco de persistir na linha equivocada dos seus antecessores, no que tange à disposição de seguir na dependência de recursos externos para a implementação das políticas setoriais. ...

Read More »

Histeria sobre Amazônia e clima não tem a ver com Ciência, mas com hegemonia

Ninguém se iluda: a histeria global sobre as mudanças climáticas e a suposta “devastação” da Amazônia não tem nada a ver com evidências científicas ou fatos reais, mas com a preservação a qualquer custo da agenda hegemônica das antigas potências dominantes do Hemisfério Norte. Hegemonia que se acha mortalmente ameaçada pela instabilidade intrínseca do sistema financeiro internacional baseado no dólar ...

Read More »