Capa – Destaque

Cazaquistão: sem espaço para jogos geopolíticos

O breve, mas violento, conflito interno que incendiou o Cazaquistão nos primeiros dias do ano, ainda não teve as suas causas totalmente esclarecidas. Pelas informações disponíveis, observou-se ali uma dinâmica já ocorrida em outros países colocados na agenda estratégica dos altos círculos hegemônicos do Atlântico Norte, com protestos populares pacíficos e com motivações socioeconômicas e/ou políticas sendo seguidos por ações ...

Read More »

Brasil: é imprescindível reverter a desindustrialização

Um artigo do empresário Carlos Rodolfo Schneider, no “Estadão” de 16 de novembro (“Redescobrindo a importância da indústria”), é o enésimo brado de advertência sobre a acelerada deterioração da indústria brasileira. Membro do Conselho Superior de Economia da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e do Conselho Empresarial da América Latina, Schneider faz uma síntese alarmante de ...

Read More »

Quanto valerá a Petrobras em 2051?

“A Petrobras vai valer zero daqui a 30 anos. E o que nós fizemos? Deixamos o petróleo lá em baixo com um monopólio, uma placa de monopólio estatal em cima. O objetivo é tirar esse petróleo o mais rápido possível e transformar em educação, investimento, treinamento, tecnologia.” O vaticínio, proclamado com a habitual combinação de veemência, empáfia e soberba, foi ...

Read More »

A destruição do CEITEC e a “Síndrome de Eugênio Gudin”

Nos seus dois séculos de vida independente, o avanço do Brasil tem sido sistematicamente obstaculizado pela obsessão de um importante segmento das suas elites dirigentes em perseguir um modelo de economia fortemente subordinado a fluxos de capitais externos e baseado na equivocada visão de uma suposta vantagem comparativa do País como exportador de produtos primários. Com a sua grande influência ...

Read More »

Eletrobras: “apagão mental” promove privatização

Por Lorenzo Carrasco e Geraldo Luís Lino A Eletrobras é a sexta empresa brasileira de capital aberto em valor de mercado. Entre 2018 e 2020, registrou R$ 30 bilhões de lucro líquido, dos quais R$ 6,4 bilhões no ano passado, em meio à pandemia de Covid-19. Controla 164 usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares, com capacidade instalada de 42.000 megawatts (MW), ...

Read More »