Assuntos internacionais

O papel da China para a economia global

Dias atrás, o diário alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung (FAZ) publicou um longo artigo sob o título “A ascensão de uma potência mundial – 70 anos após a fundação da República Popular”. O artigo destaca a inauguração do segundo aeroporto internacional de Pequim, o Daxing, inaugurado após cinco anos de construção, e o compara aos problemas observados na construção do novo aeroporto de ...

Read More »

14 de setembro: sauditas caem do camelo e arrastam “governo mundial”

Nas próximas décadas, quando os historiadores se debruçarem sobre os acontecimentos da atual inflexão na ordem de poder mundial, é possível que o 14 de setembro de 2019 seja visto como um dos marcos determinantes desse processo de mudança de época. De fato, não é todo dia que se observa um acontecimento tão carregado de repercussões cruciais como o ataque ...

Read More »

China: Livro Branco de Defesa prega não hegemonia

A China acaba de divulgar a sua estratégia de defesa, parte fundamental do consistente projeto nacional que, segundo as expectativas das suas lideranças, deverá transformar o país na primeira potência mundial até 2049, quando se completará o centenário da República Popular da China. Intitulado “Defesa Nacional da China na Nova Era”, o documento foi publicado pelo Conselho de Estado e ...

Read More »

O perigo de uma nova “Crise dos Mísseis de Cuba”

A recusa dos setores mais radicais do Establishment dos EUA em aceitar a dinâmica da mudança de época global, com a determinação da aliança estratégica Rússia-China para promover uma nova ordenação cooperativa e não hegemônica para o cenário mundial, está criando uma situação potencialmente explosiva, que pode resultar em um novo conflito de grandes proporções. De Washington, não cessam de ...

Read More »

Rússia, China e a “armadilha de Tucídides”

Ao mesmo tempo em que aprofundam a sua aliança estratégica de fato, a Rússia e a China estão empenhadas em enfatizar que a proposta de um novo paradigma cooperativo para a ordem mundial, embora seja oposta às pretensões hegemônicas dos EUA, não representa qualquer tentativa de ocupar o seu lugar como hegemon de plantão, a conhecida “armadilha de Tucídides”. A ...

Read More »

Macron: “crise pode levar à guerra”

Se os graves desequilíbrios da globalização não forem corrigidos, a atual fase do capitalismo não puser fim aos seus excessos e a responsabilidade social não voltar a ser prioridade, as democracias correrão sérios riscos, até mesmo de uma nova guerra. A advertência é do presidente francês Emmanuel Macron, proferida em um discurso na sede da Organização Internacional do Trabalho (OIT), ...

Read More »

EUA: desorientação espacial com emergência do mundo multipolar

O desespero e a histeria do núcleo “neoconservador” das elites dirigentes dos EUA com a rápida erosão da sua hegemonia global, que vão se consolidando em um virtual processo de desorientação espacial diante da progressiva consolidação de um quadro de poder multipolar e cooperativo, colocado em marcha pela aliança estratégica China-Rússia em torno da integração física e econômica da Eurásia, ...

Read More »

EUA invocam Doutrina Monroe contra declínio estratégico global

Em uma entrevista à rede CNN, em 3 de março, o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, viu-se confrontado com uma pergunta incisiva do jornalista Jake Tapper: como se explica que os EUA se oponham ao governo de Nicolás Maduro, se mantêm laços estreitos com governos autoritários, no Egito, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos? Bolton, não se fez ...

Read More »

Varsóvia e Munique, sinais de ruptura na Aliança Atlântica

Dois recentes encontros realizados na Europa são exemplos da fratura exposta nas relações transatlânticas e mostram os limites e as dificuldades com os quais se defrontam o Establishment dirigente dos EUA e seus apêndices europeus, no esforço para preservar a hegemonia unipolar baseada no fomento de um conflito da Europa continental com a Rússia, em uma torpe tentativa de retomada da Guerra ...

Read More »

Washington insiste na Guerra Fria 2.0

A virtual impossibilidade de as elites dirigentes dos EUA admitirem o advento de um mundo multipolar e cooperativo, que está relegando às páginas da História a hegemonia unipolar desfrutada por elas, após o final da Guerra Fria, se evidencia em quase todas as ações de política externa de Washington. As últimas semanas têm proporcionado exemplos relevantes: 1) O abandono do ...

Read More »