Fernando Henrique: “Sistema político brasileiro fracassou”

fotografia: Newton Menezes – Folhapress

Não é todo dia que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso mostra lampejos de honestidade em seus comentários sobre o cenário nacional, mas isto ocorreu na terça-feira 25 de agosto, em uma conferência no 18º Fórum de Varejo da América Latina, em São Paulo (SP). Na ocasião, ele admitiu o que sabe todo brasileiro que consegue enxergar através da bruma acarretada pela exacerbação das paixões políticas: o sistema político nacional estabelecido após o fim do regime militar de 1964-1985, a chamada “Nova República”, fracassou em proporcionar um rumo seguro ao País.

Em suas palavras: “Hoje os partidos estão mais preocupados em repartir verba e poder do que defender ideias. O sistema político brasileiro fracassou. E fomos todos responsáveis. Temos que mudar esse sistema, já que ele não teve condições de se regenerar (O Globo, 26/08/2015).”

FHC reconheceu que o País se encontra atualmente sem lideranças e defendeu um diálogo com toda a sociedade: “Não adianta fazer conchavo, temos que restaurar a confiança, dizendo de antemão o que vai ser feito, quais possibilidades estão se abrindo. Isso se chama liderança. Temos um problema de liderança (Valor Econômico, 26/08/2015).”

De nossa parte, damos as boas-vindas ao ex-presidente, pela admissão do esgotamento da “Nova República”, aqui comentado em um artigo de abril último (“O Brasil na encruzilhada”)  Ele apenas se esqueceu de completar a análise, observando que a superação desse impasse histórico irá exigir, como dissemos na ocasião, um estadismo renovado, com os olhos postos na elaboração de um novo projeto nacional, que possibilite a reconstrução da autoestima e do sentido de grandeza do País, a exemplo do que já ocorreu em outros momentos da sua história.

x

Check Also

Brasil: o teto ou a vida

Em um editorial publicado em 27 de julho (“Urgência e oportunismo”), o tradicional jornal O Estado ...