Opinión

Uma Copa para chamar de “sustentável”

O fator “sustentabilidade” não poderia estar ausente da Copa do Mundo. Desde o início, quando o Brasil foi escolhido para sediar a edição de 2014 da competição, em 2007, o governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou uma grande preocupação com o aspecto “ecologicamente correto” do evento, em grande medida, sob influência do “espírito verde” da Copa ...

Leer más »

Greenpeace perde €3,8 milhões em especulação “sem fins lucrativos”

O departamento financeiro do Greenpeace resolveu especular com a evolução os preços do euro, em uma jogatina financeira que contradiz a suposta filosofia da entidade, que se proclama “sem fins lucrativos”. No entanto, para o azar da multinacional “verde”, a moeda europeia seguiu uma trajetória diversa da prevista por eles para o mês de maio e o resultado foi um ...

Leer más »

Guerra irregular às vésperas da Copa

As manifestações ocorridas esta semana, em Brasília (DF), evidenciaram uma inusitada, mas previsível, aliança entre o movimento indigenista e os grupos que protestam contra o custo e as prioridades atribuídas à Copa do Mundo no Brasil. Na terça-feira 27 de maio, entre 500 e 600 indígenas de dezenas de etnias participaram das manifestações, que redundaram em um confronto com a ...

Leer más »

Contra a “bioadversidade”

Evaristo Eduardo de Miranda Doutor em Ecologia e pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Artigo originalmente publicado no jornal O Estado de S. Paulo de 24 de janeiro de 2014. Nas áreas rurais, nas periferias urbanas e na produção agropecuária, os brasileiros enfrentam uma dura e cotidiana batalha contra a “bioadversidade”: pragas e doenças atacam humanos, animais, cultivos ...

Leer más »

A nova fronteira: o mar profundo

A importância do Brasil se lançar à exploração dos recursos existentes em sua plataforma continental e áreas contíguas tem dimensões econômicas, políticas, estratégicas e geopolíticas. O mar profundo é uma nova fronteira, talvez a última, que se abre como desafio à humanidade. Uma fronteira do conhecimento e da economia que o Brasil tem todos os motivos e condições para explorar. ...

Leer más »

O esvaziamento tecnológico do Estado brasileiro e suas terríveis consequências

Por Álvaro Rodrigues dos Santos Geólogo, consultor em Geologia de Engenharia e Geotecnia e ex-diretor do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT); santosalvaro@uol.com.br. O longo e radical processo de esvaziamento tecnológico do Estado brasileiro vem passando ao largo das atenções da sociedade e, desgraçadamente, de seus representantes nos três grandes poderes da república. Mas, certamente, não suas gravíssimas consequências, ainda que ...

Leer más »

A competição EUA-Europa na pesquisa cerebral: qual é o objetivo, mais supercomputadores?

Por Anno Hellenbroich, de Wiesbaden Em janeiro deste ano, a Comissão Europeia decidiu financiar o maior “centro experimental para desenvolver modelos cerebrais mais detalhados”, de modo a compreender “como o cérebro humano funciona”. O nome da iniciativa é Projeto Cérebro Humano (PCH). Mais de 1 bilhão de euros serão investidos ao longo dos próximos dez anos e mais de 80 ...

Leer más »

Perspectivas do fundo do poço: qual será o futuro dos institutos de pesquisa do MCTI?

Por Gilberto Câmara* Diz o ex-ministro Delfim Netto que a maioria dos gestores públicos só aprende quando sai do governo. Posso confirmar esta “boutade” com o sofrimento próprio. Durante seis anos e meio (2005-2012) fui diretor do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), tentando cumprir minhas funções de gestor dentro da tiranossáurica burocracia brasileira. Quando estamos na cadeira de gestores, ...

Leer más »

Relembrando Chernobyl

Leonam dos Santos Guimarães* O acidente no reator nuclear de Chernobyl, ocorrido em 26 de abril de 1986, foi o mais severo da indústria de geração elétrica nuclear. O reator foi destruído no acidente e uma quantidade considerável de material radioativo foi liberada para o meio ambiente. O acidente causou a morte, dentro de algumas semanas, de 30 trabalhadores e ...

Leer más »

Um novo modelo para as demarcações de terras indígenas

Jerônimo Goergen* A missão oficial realizada à reserva indígena Raposa Serra do Sol só fez reforçar a minha crença de que esse modelo de demarcação de terras indígenas e quilombolas está ultrapassado. O atual sistema conduzido pela Funai gera exclusão social de parte a parte. Os produtores são expulsos das terras e não têm o ressarcimento devido. Os índios são ...

Leer más »