Parlamento Amazônico discutirá Linhão de Tucuruí e outros problemas de Roraima

linhao

Na próxima quinta-feira, 20 de agosto, o Parlamento Amazônico irá realizar um seminário, em Boa Vista, Roraima, no qual serão discutidos vários problemas do estado. Entre eles, a conclusão da linha de transmissão Manaus-Boa Vista, o chamado Linhão de Tucuruí, fundamental para incorporar o único estado ainda não interligado ao restante do sistema elétrico nacional. Embora devesse ter sido concluído no início deste ano, a obra sequer foi iniciada, por problemas com a travessia de uma terra indígena.

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), João Pedro Gonçalves da Costa, será um dos palestrantes, quando deverá ser cobrado a respeito do impasse.

Outro palestrante será o jornalista Lorenzo Carrasco, presidente do Movimento de Solidariedade Ibero-americana (MSIa), que falará sobre a agenda e a atuação do movimento indigenista internacional no Brasil.

O Parlamento Amazônico é composto por deputados dos nove estados que compõem o bioma Amazônia – Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Eleita no primeiro semestre deste ano, a nova diretoria do Parlamento Amazônico pretende, até o final de 2016, realizar seminários nos nove estados.

Mais detalhes sobre o evento podem ser vistos na reportagem da Folha de Boa Vista, neste link.

x

Check Also

O MPF, a Funai e o fantástico mundo dos “espíritos”

Os indígenas brasileiros poderão agora pleitear indenizações por “danos espirituais” decorrentes de ações dos homens ...